PARTICIPAÇÃO EM CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM NOGUEIRA-PECÃ NO INTA - ARGENTINA

Os Viveiros Pitol, representados pelo...

Engenheiro Agrônomo MSc. Julio Cesar F. Medeiros – CREA 15.364-D

Responsável Técnico Viveiros Pitol

JMedeiros Consultoria – email: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

Os Viveiros Pitol, representados pelo senhor Lenio Pitol e pelo Engenheiro Agrônomo Julio Medeiros, juntamente com o Engenheiro Agrônomo  Fernando Selayaran, do escritório municipal da EMATER de Anta Gorda, além do senhor Vanderlei da Cunha, responsável pelo pomar de Jairo Casagranda, localizado no município, estiveram participando recentemente de um curso de atualização em nogueira-pecã nas dependências do INTA – Instituto Nacional de Agropecuária da Argentina, em unidade localizada no município de Concepción del Uruguay, província de Entrerios.

Este instituto argentino é o responsável pelo Programa Pró Pecan, que tem desenvolvido importantes tecnologias adaptadas para a cultura, promovendo a introdução, seleção e melhoramento genético de variedades, além de fomentar a adoção destas tecnologias, com fins de proporcionar o aumento da produtividade e da área plantada desta cultura.

O intercâmbio com esta instituição de pesquisa argentino tem sido constante e muito proveitoso, pois tem permitido o acesso às tecnologias mais modernas de produção de mudas e de manejo da cultura, uma vez que no Brasil a pesquisa com esta frutífera é praticamente inexistente, no momento. Mediante a realização de encontros técnicos com os produtores interessados, os Viveiros Pitol tem realizado frequentemente palestras técnicas, seminários, tardes de campo e visitas técnicas a pomares dos seus clientes, onde estas tecnologias são repassadas, visando o adequado planejamento, implantação e manejo inicial do pomar.

O curso, que tratou sobre diversos temas, como planejamento do pomar, irrigação, técnicas de pulverização, manejo de podas, doenças, mercado e outros, proporcionou a consolidação de conhecimentos e o necessário ajuste de técnicas de cultivo às necessidades, o que será repassado aos produtores clientes do viveiro nas próximas oportunidades.

A noz-pecã tem alcançado altos preços nos mercados interno e externo, dado ao sensível aumento no consumo nos últimos anos, com forte tendência de continuidade no curto, médio e longo prazos. Isto acontece em grande parte em função da entrada no mercado importador de países do oriente, onde se destaca a China. Por este motivo, a nogueira-pecã hoje é uma das grandes alternativas de cultivo para pequenas, médias e grandes propriedades, o que tem provocado uma grande procura por parte dos produtores. Entretanto, para a obtenção de todo o potencial de produtividade e rentabilidade, a informação é fundamental, e é em função disso que os Viveiros Pitol tem procurado sempre proporcionar aos seus clientes o acesso a todas as tecnologias de produção visando a obtenção de grandes resultados em produtividade e rentabilidade.

 

 

 

 

 

 

Foto: Equipe participante com pesquisadores do INTA – Argentina – Setembro/2.015 durante a participação no curso de atualização em produção de noz-pecã.