As Mudas

Os Viveiro Pitol existe a mais de 60 anos e é referência quando se trata de nogueira-pecã enxertada. Ao longo desse período, selecionou-se as 4 variedades que melhor se adaptaram às condições climáticas da região: Melhorada (Pitol 1), Importada (Pitol 2), Barton e Imperial. No entanto, segundo Luizinho, patriarca da família Pitol, para se chegar a estas quatro variedades, foi necessário muitos estudo e investimentos em pesquisas.

Os Viveiro Pitol existe a mais de 60 anos e é referência quando se trata de nogueira-pecã enxertada. Ao longo desse período, selecionou-se as 4 variedades que melhor se adaptaram às condições climáticas da região: Melhorada (Pitol 1), Importada (Pitol 2), Barton e Imperial. No entanto, segundo Luizinho, patriarca da família Pitol, para se chegar a estas quatro variedades, foi necessário muitos estudo e investimentos em pesquisas. 

Mais

A Tecnologia

No pomar da Pitol é possível adquirir mudas com 2 anos de enxerto, ótima qualidade e procedência garantida. As mudas são enxertadas por matrizes selecionadas e próprias do viveiro. Além disso, sempre que necessário, a Pitol busca parcerias em instituições como Emater-RS e Universidades do Rio Grande do Sul, para aprimorar o processo e oferecer o que há de melhor ao cliente.

Mais

A história

Nos anos 70, Anta Gorda ficou conhecida como a capital da noz-pecã. Sr. Armínio Miotto, prefeito na época, introduziu o cultivo da nogueira ás propriedades rurais da região, pois acreditava que futuramente esta cultura poderia ser uma importante fonte de renda aos agricultores.

Muitos agricultores apostaram na cultura e introduziram pomares de pecã. Para a época seria uma nova possibilidade, e o melhor, exigia baixos investimentos e pouca mão-de-obra. Os resultados eram surpreendentes e animadores. A planta se desenvolvia rapidamente e os lucros iam surgindo antes do que o esperado.

Mais